Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Porto de Futuro

As pessoas e as ideias por detrás das empresas. O Porto como ponto de partida.

Porto de Futuro

As pessoas e as ideias por detrás das empresas. O Porto como ponto de partida.

Mellow: cozinhar a baixa temperatura com a ajuda do smartphone

E se pudesse cozinhar ovos escalfados, dando apenas uma ordem ao seu smartphone e colocando os ovos numa máquina de cozinhar? Uma designer e um engenheiro criaram um dispositivo que facilita a confeção de alimentos através da técnica sous-vide – cozinhar em baixa temperatura.

 

Chama-se Mellow e é a versão doméstica de uma máquina de cozinhar a baixa temperatura ou a uma temperatura controlada. Foi criada por Catarina Violante, pós-graduada em Design e Desenvolvimento de Produto na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), e José Pinto Ferreira, engenheiro mecânico do Instituto Superior Técnico (IST).

 

A Mellow chega a Portugal em 2015. DR

 

A Mellow é primeiro produto da FNV Labs, fundada há dois anos por Catarina e José. A máquina distingue-se daquilo que já existe no mercado por ser possível utilizá-la em casa. Até então, só existiam versões para a restauração, extremamente dispendiosas e impossíveis de utilizar sem formação.

 

A sous-vide é uma técnica muito utilizada por chefs de restaurantes de alta cozinha que se tem tornado cada vez mais popular. Consiste na utilização de um banho de água onde são submersos sacos com os ingredientes e, ao contrário de um forno ou de um fogão, a temperatura varia apenas cerca de um grau. Ao cozinhar um alimento durante um tempo específico e a uma temperatura muito precisa, é possível atingir o ponto preferido de cada um.

 

"Cozinhar um bife de vaca médio ou mal passado é tão simples quanto escolher a combinação certa entre tempo e temperatura, assim como é muito fácil cozinhar o entrecosto perfeito onde os ossos de soltam da carne. É quase impossível sobrecozinhar uma posta de salmão. Tornar simples ovos de galinha em verdadeiras experiências gastronómicas e deixar vegetais com a textura perfeita”, exemplifica Catarina Violante.

 

O processo é controlado através do smartphone. Basta utilizar o software alojado na cloud paracriar receitas personalizadas, assim como “dar ordens” à Mellow para aquecer e arrefecer os alimentos para que fiquem protegidos enquanto não é hora de cozinhar.

 

Após algumas viagens em locais chave para o negócio, como São Francisco (EUA) e Shenzhen (China), os dois sócios resolveram implementar a Mellow que, neste momento, está em pré-venda nos Estados Unidos, já tendo ultrapassado as 500 reservas, no valor de mais de 200 mil dólares. As unidades da pré-venda serão entregues no início de 2015, altura em que se prevê o arranque da venda online direta ao público. Será também após esta fase de pré-venda que se inicia o processo de certificação para trazer a Mellow até Portugal e alargar a sua presença a outros países da Europa e do mundo.

 

Olá!

Seja bem-vindo. Se chegou até aqui veio à procura de ideias novas, negócios em ascensão e mentes criativas. Este blog é o lado mais visível da parceria entre o Portal SAPO e o UPTEC - Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto. Fique mais um pouco e sinta-se em casa :)

UPTEC

SAPO

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Mensagens