Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Porto de Futuro

As pessoas e as ideias por detrás das empresas. O Porto como ponto de partida.

Porto de Futuro

As pessoas e as ideias por detrás das empresas. O Porto como ponto de partida.

Equipa portuguesa vai reabilitar aldeias históricas no Butão

Uma equipa portuguesa, formada por uma empresa de engenharia civil e um atelier de arquitetura, venceu um concurso internacional para fazer uma análise aprofundada sobre o risco sísmico de casas em aldeias no Butão, pequeno país nos Himalaias.

18e4baa83450dd6f6954ad3755c49cdca11b5.png

Apoiado pelo Banco Mundial, o projeto tem como objetivo caracterizar arquitecónica e construtivamente os vários edifícios das aldeias, analisar o seu estado de conservação, e avaliar o seu comportamento estrutural, particularmente no caso da ocorrência de um sismo. A equipa é formada pelo gabinete de projeto NCREP, especializado em reabilitação urbana, e pelo atelier de arquitetura In.vitro, também especializado em reabilitar construções antigas.

 

A tradição construtiva deste país envolve a utilização, na maioria dos edifícios, de estruturas de madeira e de terra compactada, o que representa um desafio para a equipa, especializada em reabilitação de construções antigas. “Estas construções, em estrutura de madeira e terra, são normalmente muito vulneráveis à ação dos sismos. Contudo, quando determinados pormenores construtivos são implementados, o seu comportamento melhora significativamente, sendo esse um dos objetivos deste trabalho”, refere Tiago Ilharco, engenheiro do NCREP.

 

A possibilidade de caracterizar construções tão singulares como as do Butão, e de documentar técnicas construtivas tradicionais, é um “contributo valioso para a salvaguarda do património, e que seguramente enriquecerá o conhecimento técnico da equipa”, refere Joana Leandro Vasconcelos, do Atelier In.vitro.

 

O trabalho de campo a equipa, especializada em reabilitação de construções antigas, arrancou no início deste mês com a inspeção, diagnóstico, levantamento arquitetónico e avaliação estrutural das duas aldeias. O projeto contemplará ainda a análise da história destas aldeias, através das características socioculturais, de linguagem e de hábitos que as definem, e que passará pela identificação dos aspetos sociais e das práticas associadas à construção destes edifícios.

 

O objetivo do projeto, que terá a duração de três meses e envolverá trabalho de campo de um mês, é garantir a salvaguarda desta arquitetura vernacular com elevado valor patrimonial e histórico e, simultaneamente, melhorar as condições de funcionalidade, de conforto e, particularmente, de segurança estrutural das construções.

 

Fonte: UPTEC

Olá!

Seja bem-vindo. Se chegou até aqui veio à procura de ideias novas, negócios em ascensão e mentes criativas. Este blog é o lado mais visível da parceria entre o Portal SAPO e o UPTEC - Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto. Fique mais um pouco e sinta-se em casa :)

UPTEC

SAPO

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Mensagens